COB apresenta uniformes do Time Brasil para os Jogos Olímpicos

Por Comitê Olímpico do Brasil | Crédito: COB

Conforto, leveza, versatilidade e, claro, brasilidade. Características escolhidas pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) para os uniformes do Time Brasil nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Para celebrar o marco de 50 dias para a cerimônia de abertura do evento, o Canal Olímpico do Brasil apresentou o desfile dos uniformes esportivos desenvolvidos pela empresa chinesa Peak Sports, patrocinadora oficial do COB, que aconteceu no Centro de Treinamento Time Brasil, no Rio de Janeiro, sem plateia e seguindo todos os protocolos de segurança estabelecidos pela equipe médica da entidade. Cerca de 10 atletas olímpicos participaram.

Eles atravessaram a passarela como se estivessem em um desfile tradicional. Aldemir Junior (Atletismo); Allan do Carmo (Maratonas Aquáticas); Gabrielle Roncatto (Natação); Hugo Calderano (Tênis de mesa); Laura Miccuci (Nado Artístico); Luisa Borges (Nado Artístico); Milena Titoneli (Taekwondo); Nathália Almeida (Natação); e Rosângela Santos (Atletismo); além de Cassius Duran, colaborador do COB e atleta olímpico de saltos ornamentais, exibiram o glamour esportivo na apresentação dos uniformes de pódio, treino e vila.

“Estamos muito felizes com o resultado das peças criadas pela Peak Sports, com design elaborado em parceria com nossa área de marketing. São roupas que atendem aos requisitos técnicos para enfrentar o calor e a umidade do Japão, mas com um importante toque de brasilidade e modernidade, através do jogo com as cores da nossa bandeira”, explicou a diretora de Comunicação e Marketing do COB, Manoela Penna.

São 39 mil peças confeccionadas com exclusividade para o COB, entre calças, agasalhos, camisas, bermudas, tops, bonés, bolsas e calçados, entre outros. Os diferenciais nestes Jogos ficam por conta do degrade no uniforme de pódio; das fibras 100% poliéster com textura mais fina usadas na confecção das peças de treino e de vila para suportar bem a temperatura alta no Japão; e do conforto de itens mais casuais para o dia a dia de atletas e oficias. Para compor os looks, máscaras Fiber Knit, com filtro e tecido reforçado, especialmente criadas para o Time Brasil nas cores verde, azul e branco.

A recordista Sul-americana dos 100m rasos e medalhista olímpica em Pequim 2008, Rosângela Santos, ficou empolgada ao ver os uniformes pela primeira vez. “Maravilhoso. Hoje, misturei bermuda de treino com camisa de pódio. E já vou deixar registrado que quero usá-la lá também. O uniforme de treino precisa ser confortável como esse”, disse.

“Desde quando eu era atleta, o ritual de recebimento do uniforme é uma das coisas que mais gosto. Esse enxoval está muito bacana, a cada dia eles ficam mais apropriados, com uma qualidade excelente”, contou Cassius Duran, primeiro atleta brasileiro desaltos ornamentais a subir ao pódio em provas masculinas na história dos Jogos Pan-americanos, com três Jogos Olímpicos no currículo e, hoje, funcionário do COB.

Quem também experimentou o uniforme mais desejado pelos atletas foi Hugo Calderano, 7º colocado no ranking mundial de Tênis de Mesa e cinco ouros em Jogos Pan-americanos. “Espero poder usá-lo no pódio, em Tóquio”, concluiu Calderano.