CPB anuncia 253 convocados para representar o Brasil nos Jogos Paralímpicos

Por Rede do Esporte | Crédito: Divulgação

Os 253 atletas que compõem a delegação brasileira para os Jogos Paralímpicos de Tóquio foram anunciados em uma cerimônia realizada nesta terça-feira (06) pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em São Paulo (SP), e transmitida pelas redes sociais. Segundo o Comitê, esta é a maior delegação convocada para uma Paralimpíada realizada fora do Brasil. 

Dentre os 253 convocados, 159 são homens e 94, mulheres. As maiores delegações são a de Atletismo, com 64 atletas e 18 atletas-guia e, em seguida, a Natação, que leva 35 nadadores brasileiros ao Japão. O Brasil estará representado em 20 das 22 modalidades disputadas. As exceções são o basquete em cadeira de rodas e o rúgbi em cadeira de rodas. 

Na última edição fora do Brasil, em Londres 2012, o Brasil teve 178 atletas, até então a maior já registrada. O número para a capital japonesa só é superado pela participação nos Jogos Rio 2016, já que o Brasil garantiu vagas em todas as modalidades por ser país-sede e contou 286 atletas no total.

O presidente do CPB, Mizael Conrado, destacou que a equipe tem como marca a renovação: do total de convocados, 86 participam dos jogos pela primeira vez. A presença feminina também foi ampliada e, nesta edição, corresponderá a 40% do total de atletas. Vinte e três das 27 unidades federativas estão representadas.

Durante o evento, Mizael destacou o esforço para manter o rendimento dos atletas após o anúncio do adiamento dos jogos. “A pandemia ainda continua, porém, esperamos que esteja rumando para o seu final e que os Jogos Paralímpicos sejam uma grande alavanca e representem uma recuperação dos nossos povos, já que o esporte significa resiliência e autoestima”, afirmou.

Segundo o diretor técnico do CPB, Alberto Martins, os atletas estão conseguindo superar todos os obstáculos impostos pela crise sanitária. “Estes jogos ocorrem em um momento histórico, em que precisamos driblar esse vírus mortal. Estamos conscientes de que fizemos o melhor trabalho dentro das nossas possibilidades”, reforçou.