Rafael Barros

O sifu, 2º duan, ingressou nas artes marciais aos oito anos. A responsável por isso foi a mãe, exímia praticante de Boxe Inglês e Karate Shotokan. No Kung Fu, iniciou aos 13 anos por meio do estilo Louva a Deus. Concomitantemente, também praticou Taekwondo.
Infelizmente, não pôde continuar as aulas de TKD. Aos 17 anos, passou a ser adepto do Hung Gar (Garra de Tigre), do qual treina até hoje em consonância com o Karate Shotokan. Nesta última arte marcial conta com a orientação do mestre Alexandre Couto.
Além disso, também praticou Tai Lau Chuan Kung Fu, sendo faixa preta e Jiu Jitsu com o Mestre Arnaldo Peçanha, da Equipe Fênix.
Em novembro de 2014, fundou o Instituto Barros de Artes Marciais. Seu principal objetivo é unir escolas de Kung Fu Hung Gar em diferentes países. Os professores e instrutores da escola são corteses e experientes, atendendo às necessidades dos alunos.
Comumente, acontecem seminários, troca de informações, técnicas e de conhecimento. Os membros também têm a oportunidade de visitar e treinar com praticantes de outras nações.