Somos o que repetidamente fazemos

Por Paulo Bartolo | Crédito: Divulgação

“Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito.” Com esse pensamento de Aristóteles vou remeter a Funakoshi Sensei, que como educador, percebeu que nosso caráter é forjado pelos hábitos que desenvolvemos ao longo de nossa vida. E com isso levou o Karate-Do de uma luta de sobrevivência a uma arte marcial complexa com forte viés filosófico e com características formativas. Muitas pessoas estranham: Como uma arte marcial, no caso o Karate-Do, forma o caráter? 

No Dojo-Kun, que são os lemas que seguimos no Karate-Do, vou citar dois como exemplo: um é esforçar-se para a formação do caráter e outro criar o intuito do esforço. Quando você segue um lema que diz para você se esforçar para a formação do caráter significa que todo dia, toda hora, dentro ou fora do tatame você está focando para formar o seu caráter. Você sabe o que precisa fazer para ter um bom caráter e sabe como deve fazer. Mas se você não quiser fazer, tudo vai por água abaixo. O mesmo ocorre com o lema “criar o intuito do esforço”. Você tem que criar uma rotina e se esforçar em tudo o que for fazer. Depois que isso se tornar um hábito, você se esforçará em tudo que fizer. Mas depende de você a continuidade desse hábito.

No Karate-Do treinamos Kihon (resumidamente as bases), Kata (luta imaginária) e Kumite (luta) repetidamente por 40, 50 anos ou mais. O que leva o ser humano a repetir a mesma coisa tanto tempo? Para treinar tanto tempo assim, você sabe o que está treinando e porque está treinando, você sabe como treina e tem vontade de treinar. Você sabe que sua rotina de treino vai te trazer uma recompensa.
E é essa recompensa continuada que te leva a excelência. O Sensei Yasutaka Tanaka do Rio de Janeiro, já falecido, nos deu um exemplo disso em seu leito de hospital com uma imagem impressionante: mesmo muito doente fazia a técnica de tsuki(soco) lentamente e repetidamente mostrando-nos o que é excelência em forma de treinamento. Se Aristóteles, em 350 anos a. C., já falava que a excelência é um hábito, vamos nos dedicar as rotinas produtivas e saudáveis, seja no Karate -Do ou seja na vida. Assim teremos recompensas satisfatórias que nos levarão a excelência daquilo que nos propusermos.
OSS!