Série Cobra Kai impulsiona Karate no Brasil e em outros países

Por Girliani Martins | Crédito: Netflix

Os fãs de Karate estão em êxtase. Um dos maiores sucessos de bilheteria da década de 80, o filme Karate Kid, é a principal inspiração para a série Cobra Kai.

No primeiro momento, em 2018, foi transmitido no Youtube Premium, quebrando recorde de visualizações. Só para vocês terem ideia, o episódio piloto teve mais de 50 milhões de views. Devido a esse fenômeno, a Netflix comprou os direitos da produção em 2020.

Pôster oficial da série Cobra Kai, da Netflix.

Cobra Kai ficou durante várias semanas no Top 10 do serviço de streaming no Brasil. A 3ª temporada, por exemplo, que estreou em 1° de janeiro de 2021, até o momento foi vista por aproximadamente 40 milhões de pessoas.

Entretanto, engana-se que o sucesso é apenas no Brasil. A série recebeu críticas positivas em outros 27 países, incluindo Argentina, EUA e Reino Unido, fazendo com que a Netflix anunciasse mais uma temporada (sem data de lançamento).

Um clássico atemporal

A trama acontece 30 anos após os acontecimentos do filme original e traz novamente para os holofotes os rivais Daniel LaRusso, interpretado por Ralph Macchio, e Johnny Lawrence, vivido por William Zabka. 

Lawrence, fracassado e alcoólatra, busca redenção ao reabrir o famoso dojo Cobra Kai, palco de duelos memoráveis. A reabertura instiga sua rivalidade com Daniel Russo, que agora segue sozinho, sem as orientações do mestre Miyagi.

Ambos, treinam uma nova geração de caratecas kids, mas precisam lidar com conflitos internos e lembranças que insistem em reaparecer.

A última temporada teve trechos gravados no Japão, o berço do Karate, enfatizando o ar de nostalgia e os princípios da arte marcial.

Assista ao trailer agora

Interesse pelo Karate

Desde dezembro de 2020, a procura por aulas de Karate no Google aumentou 75%, de acordo com um levantamento feito pela Ketchum. Esta é a maior marca nos últimos sete anos.

A demanda está associada ao sucesso da série, tanto que houve também busca por filmes de Karate, cerca de 670%.

Esse crescimento é ótimo para a Netflix e também para atletas, professores e proprietários de academias, que têm visto novos praticantes em seus dojos.