Revista Master – 15ª edição: Antônio Lima Pinto reflete sobre o Karate e o Kobu-Do Shinshukan no Amazonas

Da Redação | Crédito: Divulgação

O sensei Antônio Lima Pinto representa com força e maestria toda a magnitude do Karate e Kobu-Do Shinshukan na Região Norte. Começou a prática marcial nos anos 70, em Manaus, no Amazonas, através do Judô e Jiu Jitsu, com o professor Dorgival Chagas.

Posteriormente, aprendeu Karate com Eurico, Eugênio Magenta e Yoshihide Shinzato. Em decorrência dessa vasta experiência, alcançou o 5º dan em Karate CBK e o 3º dan em Kobu-Do Shinshukan.

Este fato, em sua biografia, é digno de muita honra, afinal de contas, recebeu essa última graduação (3º dan) do saudoso mestre Yoshihide Shinzato. “Tive a honra de receber o diploma das mãos dele. A Escola Shinshukan é uma organização muito bem conduzida por seu filho, Masahiro Shinzato. Além dessas modalidades, também sou arqueiro”, informa.

A veia marcial é algo que pulsa em sua filha e aluna, Bárbarah Luccy Ferreira Pinto, que entrou para o Guinness Book of Records como a faixa preta de Karate mais jovem do Brasil.

Curte Karate? Leia a matéria completa na Revista Master – 15ª edição.

Adquira a sua em nossa loja virtual, um ambiente rápido e seguro (CLIQUE AQUI)