Maria Suelen Altheman passa bem após cirurgia no joelho e já inicia processo de reabilitação

Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: CBJ

 A judoca Maria Suelen Altheman chegou ao Brasil na última segunda-feira (02), e foi operada nessa quarta-feira (04), em São Paulo, pelo médico da seleção brasileira de Judô, Dr. Guilherme Garofo, após sofrer uma lesão grave no joelho esquerdo durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A cirurgia foi considerada um sucesso e a atleta recebeu alta na manhã desta quinta-feira (05).  

“A atleta foi submetida à reconstrução do ligamento patelar. O procedimento transcorreu sem intercorrências e a atleta teve alta hospitalar na manhã desta quinta-feira, 5, após realizar sua primeira sessão de fisioterapia”, explica o Dr. Garofo. 

A lesão de Suelen aconteceu durante a luta contra a francesa Romane Dicko válida pelas quartas-de-final do peso pesado feminino. Sentindo muitas dores no momento, a brasileira não teve condições de seguir na competição e finalizou sua terceira participação olímpica em sétimo lugar.  

Nas redes sociais, antes de voltar ao Brasil, Maria Suelen, agradeceu as mensagens de apoio que tem recebido e mostrou força para superar o momento difícil.  

“Sou muito grata por toda a minha trajetória e história que fiz na categoria pesado +78kg. Tenho orgulho de representar minha pátria. Cheguei aqui em Tóquio muito bem treinada e focada. Mas, tem algumas coisas que não podemos prever e saem do nosso controle. Mas, Deus sabe de todas as coisas e nada acontece por acaso, tudo tem um propósito e eu creio nisso. Como muitos viram, eu tive uma lesão e, com a confirmação do exame, vou precisar passar por uma cirurgia no joelho. Tenho certeza que vou superar mais essa”, escreveu. 

A CBJ e a família do Judô brasileiro desejam uma pronta recuperação à judoca e, que em breve, possamos vibrar com suas conquistas novamente.