Delegação brasileira de Judô terá 13 atletas nas Olimpíadas de Tóquio

Por or Juliano Justo – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional – São Paulo | Crédito: Divulgação

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou os 13 nomes que irão representar o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão. A única das 14 categorias de peso brasileiros é a leve feminino (até 57 kg) – a atual campeã Rafaela Silva esta suspensa por doping

Sete judocas estrearão nos Jogos na edição de Tóquio, três a mais em relação à Rio 2016:  Eric Takabatake (60 kg), Daniel Cargnin (66 kg), Eduardo Katsuhiro (73 kg), Eduardo Yudy (81 kg), Rafael Macedo (90 kg), Gabriela Chibana (46 kg) e Larissa Pimenta (52 kg).

Por outro lado, o país diminuiu a quantidade de cabeças de chave. Há cinco anos foram seis atletas e em Tóquio 2020 serão cinco: Rafael Silva (+100 kg), Ketleyn Quadros (63 kg), Maria Portela (70 kg), Mayra Aguiar (78 kg) e Maria Suelen Altheman (+78 kg).

O único atleta que não ingressou por meio do ranking foi Eduardo Katsuhiro, do peso leve (73 kg), classificado pela cota continental das Américas.

A equipe brasileira embarcará para o Japão em dois grupos. O primeiro viaja no dia 5 de julho e o grupo restante segue para a Ásia no dia 13 de julho. A delegação brasileira ficará sediada na cidade de Hamamatsu. As lutas do Judô em Tóquio 2020 ocorrerão de 24 a 31 de julho.