Revista Master – 16ª edição: Policial Militar destaca-se pelo conhecimento em defesa pessoal

Da Redação | Crédito: Revista Master

Nós sabemos que não é fácil ser policial militar no Brasil. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o segundo país mais violento da América do Sul, atrás apenas da Venezuela.

Além da preparação física e psicológica, esses profissionais precisam se atualizar constantemente. O policial Caio Cesar Pontes Botelho, de 31 anos, atua em um batalhão na Zona Leste de São Paulo, e é faixa preta de Jiu Jitsu e instrutor de defesa pessoal, formação complementar que o ajuda diariamente.

Para ele, o trabalho nas ruas exige também o conhecimento de técnicas de defesa pessoal, visto que podem ajudar a preservar a integridade física dos policiais no momento em que for necessário utilizá-las. “Já ministrei instruções tanto como aluno durante o curso de formação, quanto após a conclusão, como policial militar formado, estando apto para ajudar os meus irmãos de farda”, explica.

Leia a matéria completa na nova edição da Revista Master (CLIQUE AQUI):