Por Confederação Brasileira de Taekwondo | Crédito: CBTKD

 

A volta do Taekwondo aos Jogos Escolares da Juventude será na edição de Blumenau – 2020, confirmada em compromisso assinado no COB, no início desta semana. A edição de Santa Catarina marca a volta do Taekwondo e a introdução da Ginástica Artística que, juntas com as demais 14 modalidades, formam a maior competição estudantil do país.

O Taekwondo já fez parte do programa esportivo dos Jogos Escolares e agora está de volta depois de cinco anos.

– A volta do Taekwondo para os Jogos Escolares é uma notícia muito comemorada por todas as pessoas envolvidas na modalidade. Com certeza será um passo importante para a gente disseminar ainda mais a modalidade, ter uma iniciação com mais atletas e oferecer mais oportunidades. Isso viabiliza o desenvolvimento da modalidade e será fundamental para a detecção de talentos. Fazia parte do nosso plano e estamos felizes que mais uma etapa foi cumprida. Agora é trabalhar bem para que o TKD seja um sucesso nos Jogos Escolares – comentou a medalhista olímpica Natália Falavigna, coordenadora técnica da CBTKD.

Anualmente, os Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, representando cerca de 40 mil escolas públicas e privadas de quase 4 mil municípios. A fase nacional, organizada pelo COB, conta anualmente com mais de 6 mil alunos/atletas de 12 a 17 anos de todo o Brasil. A cidade de Blumenau, que receberá esta etapa em 2019, foi ratificada como sede do evento.

“Este é um momento muito importante para o COB. Agradeço ao prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt pela acolhida aos Jogos Escolares da Juventude. Este é o maior evento com a promoção do COB, envolvendo um número gigantesco de participantes. Blumenau participou de todo o processo seletivo e foi a cidade que fez a melhor proposta para a realização deste grande evento esportivo”, declarou o Paulo Wanderley, presidente do COB.     

Desde o ano passado, os Jogos Escolares são disputados em novo formato: três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma nacional, reunindo mais de seis mil atletas dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. O novo formato gerou uma redução orçamentária de aproximadamente 30% em relação aos anos anteriores. Em 2019, além de Blumenau, sede da fase nacional, Cascavel (PR), Natal (RN) e Palmas (TO) receberão as etapas regionais do evento.

Fechar Menu