Boletim de Taekwondo: Conheça tudo sobre o Tui (faixa)

Por grão-mestre Woo-Jae Lee | Crédito: Acervo – Woo Jae Lee

A faixa (Tui) de Taekwondo é um elemento fundamental, visto que colabora com o treinamento. Ao apertá-la em sua cintura, influencia a concentração das forças internas.

O Tui não deve ser amarrado com folga, nem muito apertado. Deve ficar no ponto ideal. Todos os lutadores devem saber ajustar sua faixa (Tui). A faixa também é uma forma de identificação do lutador, pois ela marca sua graduação (faixa branca, amarela, verde, azul, vermelho e preta). Nela, também é permitido escrever seu nome, sua federação ou confederação.

O dobok deve ser lavado após o treinamento. Ele também pode ser substituído várias vezes, em caso de desgastes, porém, com o Tui, isso é diferente! Ele não deve ser lavado e não deve ser trocado. Funciona como a sua identidade e carrega sua história de vida.

Tui também tem suas regras e etiquetas de uso que devem ser muito respeitadas. Obs.: quando eu examino faixas pretas e encontro alguns que não estão seguindo as regras sobre dobok ou Tui (faixa), acabo pontuando com notas mais baixas por causa do uniforme. Em outras palavras, não levo em consideração somente as técnicas, mas toda a preparação, bases e filosofia de luta.

Em uma ponta da faixa, você pode escrever o seu nome, e na outra ponta, o nome do órgão do qual pertence. Eu recebi a faixa abaixo do presidente GM Alexandre Gomes (8º dan), do Rio Grande do Sul, em 2019. Ele escreveu de um lado o meu nome: YI Woo Jae; e do outro lado: “Pioneiro do Taekwondo Brasileiro”. Um presente que guardo com carinho.

Obs: Não escreva sua graduação (dan) na faixa!

Como amarrar o Tui?

Para iniciar a amarração, primeiro dobre a faixa ao meio para medir, depois, coloque o ponto central da faixa na altura do umbigo e dê voltas (são duas voltas). Em seguida, amarre-as e confira o cumprimento das pontas que sobraram, que devem ser equivalentes e menores de 40 cm.

As fotos de 1 a 4 mostram como é a forma de amarração ensinada por outra arte marcial: parte menor da faixa na altura do umbigo, e com a parte maior, duas voltas na cintura, com amarração no final.

A foto 5 mostra como as faixas ficam depois de amarradas na parte das costas. O modo de amarração do Taekwondo protege mais a coluna e é melhor para lutadores, como destaca a imagem. O praticante está mostrando o jeito de amarração das lutas japonesas. Observe, fica mais bonito, porém, protege menos a coluna.

No Taekwondo não é correto identificar a graduação do lutador através de marcas bordadas ou pintadas nas pontas das faixas, como mostram as fotos ao lado. Recentemente, o International Takwondo Federation (ITF) tem identificado a graduação dos lutadores na ponta da faixa através de números romanos, mas o Taekwondo Marcial não vai usar essa regra! Vamos manter as origens, sem esse tipo de identificação.

Atenção:

1 – Não utilize o Tui sozinho. Só pode ser com o dobok.

2 – Você não deve lavar a faixa;

3 – Não passeie com a faixa;

4 – Não use o Tui para brincar, puxar, etc.

5 – Nas pontas das faixas, coloque apenas o seu nome, sua federação ou confederação.

Obs: as informações sobre Tui (faixa) podem ser encontradas na página 35, do livro Pratique Taekwondo – Volume 1.