Projeto Primeiros Passos promove entrega de faixas de Judô na Zona Noroeste, em Santos

Por Girliani Martins | Crédito: Revista Master

O projeto Primeiros Passos, implantado na cidade de Santos pelo sensei José Alexandre, nasceu com a finalidade de promover esporte, cultura e educação para crianças e adolescentes, e no último domingo, 15 de dezembro, proporcionou também muito orgulho aos alunos, professores, familiares e amigos que prestigiaram a cerimônia de entrega de faixas de Judô.

A ação ocorreu na área comunitária da Igreja Santa Margarida Maria e graduou cerca de 60 pessoas, a maioria crianças.

Projeto Primeiros Passos atende crianças e adolescentes da Zona Noroeste, em Santos.

Entre os que convidados, podemos citar Joelma Radiante, José Gomes Medeiros, Celso Ferreira Franco e Luiz Onmura (medalhista olímpico), Ricardo Silva, João Renato, Rosangela Oliveira (Índia), Arnaud Bento, Dr. Valdir, Ellen Norberg, o vereador Chico Nogueira (ex-presidente do Settaport) e os editores da Revista Master, Fábio Bueno e Elaine Ferreira.

Alguns dos convidados.

A entrega de faixas é uma forma de reconhecer o esforço e a dedicação de crianças e jovens, despertando-os para a importância e os benefícios da prática.

Segundo o idealizador, José Alexandre, o propósito é divulgar o Judô e os seus princípios. “O Caminho Suave orienta a vida de todas as pessoas. Os senseis José Gomes Medeiros, Celso Franco, Satoru Ebihara, Ayles Nóbrega, João, entre outros, são nossos colaboradores e se doam para nos ajudar. O jeito que tratam os alunos faz toda a diferença para revitalizar os nossos fundamentos. Quero agradecer ainda ao vereador Chico Nogueira, pela parceria e incentivo”, fala.

A campeã de Judô, Rosângela Oliveira, posa com aluno do projeto.

Para o parlamentar Chico Nogueira, que acompanha as artes marciais desde criança, sendo faixa preta de Karate, o projeto Primeiros Passos é fantástico, pois funciona como uma diretriz para crianças e adolescentes. “O trabalho realizado pela ONG na Zona Noroeste é essencial. O pouco que sou hoje devo à minha família e ao esporte, à arte marcial. Mais do que nunca, é importante incentivar e participar desse tipo de projeto”, destaca.

Em clima de festa de final de ano, todos participaram do Bonenkai (celebração japonesa que significa “reunião para esquecer o ano”, e como o próprio nome indica, tem como objetivo esquecer as consternações e os problemas do ano anterior). Após a solenidade, ficaram motivados a um novo ciclo de conquistas.

Veja mais fotos no Facebook da Revista Master