Fábio Bueno completa 54 anos com o reconhecimento e respeito de professores e mestres de todo o Brasil

Da Redação

Se tem um verbo que não existe na biografia do editor Fábio Bueno é desistir, e hoje, 09 de abril, data em que completa 54 anos, tem muitos motivos para comemorar.

Em todas as funções desempenhadas, como esposo, pai, filho, amigo, editor ou parceiro, sempre tem uma lição a nos ensinar.

Bueno, como ficou conhecido no meio das artes marciais, não tem só o reconhecimento de familiares e amigos que o conhecem há muitas décadas, mas também de educadores marciais de todo o Brasil.

Foi eternizando histórias, sejam elas em um livro ou em uma matéria de revista, que encontrou seu “dom profissional”.

O editor atua na área desde os anos 90. Após prestar serviços para grandes empresas, entre elas, Escala, Fontana, Online e Geek, decidiu abrir a sua própria editora em 2009, ao lado da esposa e parceira, Elaine Ferreira.

Começava aí um capítulo repleto de muita batalha, superação e sucesso. Atualmente, Fábio Bueno soma mais de 2 milhões de exemplares distribuídos nas bancas e livrarias do país.

Porém, o mais importante não é o número em si, mas o que está por trás de cada um deles.

Por meio da Revista Master, do projeto Grandes Mestres das Artes Marciais e de tantas outras obras lançadas com o selo da Bueno Editora, possibilitou que os educadores marciais recebessem a devida valorização e reconhecimento. E mais que isso: nunca deixou de acreditar na força e no potencial de cada um.

Não por acaso, sua carreira o levou a conquistar honrarias de expressão, como as Medalhas MMDC, outorgada pela Sociedade Veteranos de 32, e a do Mérito Esportivo de Jiu Jitsu, além do título de Comendador e PhD internacional da World Federation Street Self Defense, do Irã.

Parabéns, Fábio!

Fechar Menu