Da Prefeitura de São Sebastião | Crédito: Divulgação

imagem da noticia

Diogo Silva encerra carreira competindo por São Sebastião nos Jogos Regionais

O atleta Diogo Silva, medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007, decidiu encerrar sua carreira como atleta do Taekwondo representando a cidade de São Sebastião na 62ª edição dos Jogos Regionais – que acontecem entre os dias 18 e 28 de julho e, pela primeira vez, será realizado de maneira simultânea em duas cidades – sede, no caso, São Sebastião e Ilhabela.

O atleta, que hoje está com 36 anos de idade, era morador do bairro da Topolândia – região central da cidade, e conta que saiu da cidade aos 12 anos para se aperfeiçoar como atleta. “Confesso que sempre quis representar São Sebastião e no pós-ciclo olímpico de 2016 eu tomei a decisão que não iria mais competir e fiquei aguardando uma oportunidade para fazer esse encerramento que teria de ser especial. Foi então que descobri que São Sebastião seria sede dos Jogos Regionais e achei que não havia momento mais especial para encerrar minha carreira”, disse Silva.  

De acordo com Silva, a ideia de representar a cidade nos Regionais surgiu depois de uma conversa com o amigo e treinador da equipe sebastianense, Rafael Brasil. “A ideia partiu de mim, a partir de uma conversa com o Rafael Brasil, nós somos amigos desde a adolescência e ele veio me passando as informações se haveria a possibilidade disso acontecer”, comentou Silva.

Diogo Silva, também disse que o fato dele competir em São Sebastião dará oportunidade para que sua família o veja competindo. “Muitas pessoas da minha família nunca puderam ver minhas lutas ao vivo, eles só me viam pela televisão, então também quero dar oportunidade às crianças da minha família que hoje estão com dez anos e nunca puderam me ver”, afirmou Silva.

Outro fator que Silva comentou foi a questão das referências pessoais. “A gente tem poucas referências positivas, eu sou do Topolândia, criado lá, quando uma criança vê alguém que saiu das mesmas condições que ela e alcançou patamares mais altos, ela se motiva à se dedicar mais na escola, nos esportes, no vestibular, esse é um fator motivacional, que me motivou também quando vi outros atletas competindo ou falando que vieram de situações próximas a minha, isso me deu mais energia. Então o competir em São Sebastião, primeiro vem de poder mostrar o meu esporte para pessoas que nunca puderam ver e para a minha família e em segundo momento é que eu quero inserir trabalhos sociais com o esporte aqui na cidade e eu quero que essa seja o início dessa parceria, tem um trabalho que eu quero continuar pós Jogos Regionais que eu não quero que se acabe”.

O técnico do taekwondo sebastianense e amigo de Diogo Silva, Rafael Brasil, ressaltou o fato de ter o atleta competindo por São Sebastião. “Ter um atleta olímpico no nível do Diogo, além de uma experiência única para o taekwondo no município, eleva exponencialmente as chances de um resultado positivo”, disse ele.

O secretário de esportes, Philipe Marmo, também comentou sobre a participação de Diogo Silva nos Regionais. “Nós teremos uma equipe fortíssima no Taekwondo com boas chances de se classificar para os Jogos Abertos. Então, a equipe de São Sebastião com a liderança do Diogo Silva tem tudo para conquistar o título dos Regionais. Além de que para quem gosta da modalidade vai ser muito importante ver um ídolo próximo, nascido na cidade, disputando os Jogos e encerrando a carreira em casa. Tenho certeza que vai ser um espelho para muito jovens atletas, para que continuem a seguir na modalidade”, completou Marmo. 

Além de Diogo Silva, a equipe de Taekwondo de São Sebastião conta com os atletas Felipe Morais e Thiago Simões.  

Diogo Silva foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007 e integrou a seleção olímpica de 2004, em Atenas e de Londres em 2012. 

Trabalho social

Como trabalho social, o lutador sebastianense, pretende montar um instituto e atuar com ele em São Sebastião. “O instituto que se chamará “Masai”, vai abranger esporte, educação e cultura. A ideia do instituto é trabalhar em regiões de vulnerabilidade, onde haja crianças e jovens nessa situação, para que o esporte seja uma plataforma educacional dentro de um apoio social e referente à educação. O objetivo é iniciar algumas ações no ano de 2019, já em São Sebastião na Costa Norte e Costa Sul e futuramente nosso desejo é que o instituto tenha um espaço físico, o qual é um planejamento a longo prazo que nós temos, mas no momento serão ações pontuais na cidade a partir de 2019”, completou Silva.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Você sabe o que é o Budô?

ver completa
imagem da noticia

Judô brasileiro encerra temporada 2018 com três pódios no World Masters

ver completa
imagem da noticia

Em São Paulo, Branco Zanol lança livro sobre metodologia infantil no Judô

ver completa
imagem da noticia

F.P.Judô organiza Cerimônia de Reconhecimento aos Judocas Destaque da Classe Veteranos 2018

ver completa
imagem da noticia

Academia Resistência de Karate, do sensei Paulo Bartolo, realiza 100º exame de graduação

ver completa
imagem da noticia

Oh Hyun Deuk, presidente do Kukkiwon, é preso

ver completa