Por Girliani Martins | Crédito: Divulgação

imagem da noticia

Rodeado de amigos, familiares e parceiros, recordista mundial é homenageado na ALESP, em São Paulo

É difícil mencionar qual foi o episódio mais importante na vida de um atleta, levando em consideração que ele coleciona inúmeras conquistas. Mas, no final da tarde de ontem (14), o ciclista recordista mundial Antonio Silva Pinto, o Tonheca, chegou ao ápice da carreira ao ser homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP).

Rodeado de amigos, familiares e por parceiros, não escondeu a emoção de vivenciar o momento. Tonheca, nascido em Salesópolis, em São Paulo, ganhou fama no Ciclismo mundial ao entrar no Guinness Book, o Livro dos Recordes, no ano passado, depois de ter pedalado o equivalente a 508,3 km na categoria rolo livre por cerca de 12 horas.

Antes deste feito, conquistou o Super Randonneurs (Ultraciclismo) nos anos 2016 e 2017, o Audax Club Parisien, por duas vezes, entre outras provas. A ideia de homenageá-lo partiu do Deputado Estadual Luiz Carlos Gondim, que o conheceu na Região Metropolitana de São Paulo, onde reside.

O recordista mundial ressaltou na solenidade que o Ciclismo modificou sua forma de enxergar o esporte e que a conquista só possível graças aos parceiros e ao apoio que sempre recebeu. Alguns desses incentivadores estavam na mesa de honra, composta ainda pelos vereadores de Salesópolis, Mario Barbosa Pinto, Claudio do Prado Moraes e Rodolfo Marcondes, pelo treinador Paulo Donizete de Moraes, pelo representante de seu professor, José Hermes Wuo, Paulo de Jesus Pereira, pelo Deputado Estadual Luiz Carlos Gondim, pelo editor do livro Grandes Mestres e diretor da Bueno Editora, Fábio Bueno, e é claro, pelo homenageado.

Um de suas grandes inspirações é o também ciclista Cláudio Clarindo (in memoriam), considerado um dos melhores do mundo na modalidade Ultraciclismo. Na solenidade, Clarindo também foi homenageado. Ele teve a vida ceifada enquanto fazia um treinamento na Rodovia Rio-Santos, em janeiro de 2016.

Image

Logo após a exibição de um vídeo biográfico, produzido pela Bueno Editora, o parlamentar Luiz Carlos Gondim afirmou que Tonheca exemplifica os valores esportivos, como disciplina, superação e dedicação. “Ele tem a cara de muitos brasileiros. É um homem muito determinado e que nos orgulha bastante por sua grande trajetória. Levou o nome do Ciclismo e do Brasil para o Livro dos Recordes. Esta homenagem é mais do que justa”, considera.

Aos 48 anos, o próximo desafio do atleta é pedalar durante 90 dias, do Oiapoque ao Chuí, partindo do Norte para o Sul do país. Uma bicicleta específica para este propósito está em produção. Será, certamente, mais um grande capítulo na história do esportista.

Confira a página de Tonheca no Facebook

 

 

 

Veja mais notícias!

imagem da noticia

14ª edição da Copa Minas Tênis Clube de Judô é sucesso e reúne mais de mil judocas em Belo Horizonte

ver completa
imagem da noticia

10º Okinawa Karate Shorin Cup de Kata 2018 está agendado para 04 de agosto

ver completa
imagem da noticia

Nélio Naja, introdutor do Muay Thai no Brasil, morre aos 65 anos, no Paraná

ver completa
imagem da noticia

Diogo Silva encerra carreira competindo por São Sebastião nos Jogos Regionais

ver completa
imagem da noticia

Sensei Francisco Nobuo Ono falece em São Paulo

ver completa
imagem da noticia

Brasileiros concluem curso para treinadores na IJF Academy

ver completa