Por Confederação Brasileira de boxe | Crédito: CBBoxe

imagem da noticia

Boxe brasileiro encerra Jogos Sul-Americanos com seis medalhas

Duas medalhas de ouro, uma de prata e mais três bronzes. Este é o saldo da campanha do Boxe do Brasil nos Jogos Sul-Americanos, em Cochabamba, na Bolívia. Dos oito atletas  que estiveram nos Jogos, seis conquistaram medalhas. E o mais importante, esta é a primeira vez que todos eles participaram de uma edição de Jogos Sul-Americanos.

A noite dourada para o Brasil começou nos punhos de Wanderson Oliveira (60kg). Ele lutou contra o venezuelano Luiz Cabrera, em um combate em que Cabrera tentou no primeiro round fazer uma luta franca, mas não conseguiu suportar as combinações e golpes potentes de Wanderson.

No segundo round, o venezuelano veio com a intenção de fugir do combate de curta distância, no entanto o brasileiro teve vantagem na longa distância com seus diretos de direita.

No terceiro round o Atleta venezuelano cometeu muitas faltas, agarrando e projetando a cabeça nos golpes, porém o atleta brasileiro manteve o controle da luta e a vantagem até o final do combate, vencendo de forma unânime.  Wanderson Oliveira é o mais novo campeão da categoria leve dos Jogos Sul-Americanos.

Beatriz Ferreira (60kg) e a Colombiana Yeni Castaneda fizeram um combate de excelente nível técnico. No primeiro round, as duas buscaram o combate de média e curta distâncias com combinações rápidas e de muitos golpes. Beatriz mostrou toda a sua força física conectando diversos ganchos de esquerda no corpo e combinações de ganchos de direita no queixo, finalizando com seu potente cruzado de esquerda. 

No segundo round, a colombiana iniciou com muita iniciativa de luta, pois sabia que estava atrás no placar. Bia manteve a consistência e potência de suas investidas conectando muitos golpes claros e, novamente, venceu o round.

No round final, a colombiana veio para o tudo ou nada. As duas atletas fizeram um round de trocaçāo franca de golpes fazendo o ginásio levantar e aplaudir de pé ao final da luta. Os juízes premiaram a superioridade da brasileira com decisão unânime, 5 x 0, confirmando o ouro para Bia em sua primeira participação em Jogos Sul-Americanos.

O revés da noite ficou com a derrota do atleta Luiz Fernando para o experiente boxeador da Venezuela, Gabriel Maestro, por 5 X 0. Luiz Fernando (69kg), em sua primeira vez nos Jogos Sul-Americanos e com apenas 21 anos de idade, fez uma luta de igual para igual com o venezuelano.

Durante os três rounds, os boxeadores realizaram o combate no corpo a corpo com muita intensidade e força nos golpes, porém a experiência do venezuelano falou mais alto por ele ter conseguido vantagem nos golpes conectados principalmente nos contra-ataques de resposta. Ao final, Luiz ficou com a prata.

Confira os nomes dos atletas que representaram o Boxe do Brasil:

(51 kg) Graziele de Jesus

(60 kg) Beatriz Ferreira

(56 kg) Arilson Gonçalves

(60 kg) Wanderson Oliveira

(69 kg) Luiz Fernando

(75 kg) Hebert William

(81 kg) Cleverton Lucas

(91 kg) Abner Teixeira

Treinadores:

Mateus Alves

Mone Lima

Chefe de Equipe:

Felipe Romano

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Mestre Park faz exposição sobre implantação do Hapkido no Brasil no lançamento do livro Grandes Mestres – especial 10 anos

ver completa
imagem da noticia

Medalhista olímpico Luiz Onmura protagoniza desafio marcial no lançamento do livro Grandes Mestres

ver completa
imagem da noticia

Fábio Goulart é protagonista de desafio no lançamento do livro Grandes Mestres – 10ª edição

ver completa
imagem da noticia

Campeonato Mundial de Judô começa nesta quinta

ver completa
imagem da noticia

Judocas brasileiros se preparam para o Mundial de Baku

ver completa
imagem da noticia

Brasileiros buscam fazer história no GP de Taiwan

ver completa