Da Redação | Crédito: Divulgação

imagem da noticia

Hoje faz 80 anos que Jigoro Kano nos deixou

Um legado de um grande mestre nunca morre. E é assim que tem sido com o sensei Jigoro Kano, falecido em 04 de maio de 1938. Hoje, faz 80 anos que este ícone nos deixou, entretanto, seus ensinamentos e filosofia continuam vivos em cada praticante.

Mestre Jigoro Kano é o fundador do Judô e nasceu em 28 de outubro de 1860, em Mikage, no Japão. Seus pais queriam que fosse diplomata ou político, mas ele com sua personalidade forte, foi muito além disso, tornando-se um grande mestre.

Em 1871, aos 11 anos, foi enviado para Tóquio, para estudar inglês. Por ter o porte muito franzino, decidiu fortificar o corpo, praticando ginástica, remo e Basebol. Entretanto, não se sentia à vontade com essas modalidades. Foi, então, que se matriculou nas aulas de Jujutsu.

Kano treinou essa arte marcial durante muitos anos, até que em fevereiro de 1892, utilizou todo o seu conhecimento para inaugurar a Kodokan. De acordo com ele, estudou o Jujutsu não somente porque era interessante, mas também porque compreendeu que seria o meio mais eficaz para educação do físico e do espírito.

A partir da Kodokan, aprimorou o Jujutsu e o transformou em um sistema acessível a todos, independentemente do tipo físico e faixa etária. O mestre desenvolveu técnicas de amortecimento de quedas (ukemis), bem como criou uma vestimenta especial para o treino, o judogui.  

A nova arte tinha duas formas distintas, uma abrangia as técnicas de queda, imobilizações, chaves e estrangulamentos, e a outra parte consistia nas técnicas de golpear com as mãos e os pés, em combinações com agarramentos e chaves para imobilização, inclusive ataques em pontos vitais.

Idealizado e desenvolvido por Jigoro Kano, o Judô transformou-se em dos mais conhecidos esportes olímpicos do mundo. O fundador não conseguiu acompanhar o progresso da modalidade em vários cantos do planeta, mas ele tinha certeza de sua perpetuação, tanto que certa vez disse: "Quando eu morrer, o Judô Kodokan não morrerá comigo, porque muitas coisas virão a ser desenvolvidas se os princípios de minha arte continuarem sendo estudados".

Presente em todos os continentes, o Judô é praticado por mais de 10 milhões de pessoas.

 

 

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Mestre Park faz exposição sobre implantação do Hapkido no Brasil no lançamento do livro Grandes Mestres – especial 10 anos

ver completa
imagem da noticia

Medalhista olímpico Luiz Onmura protagoniza desafio marcial no lançamento do livro Grandes Mestres

ver completa
imagem da noticia

Fábio Goulart é protagonista de desafio no lançamento do livro Grandes Mestres – 10ª edição

ver completa
imagem da noticia

Campeonato Mundial de Judô começa nesta quinta

ver completa
imagem da noticia

Judocas brasileiros se preparam para o Mundial de Baku

ver completa
imagem da noticia

Brasileiros buscam fazer história no GP de Taiwan

ver completa