Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: CBJ

imagem da noticia

Seleção brasileira de Judô é convocada para o Campeonato Pan-Americano e Grand Slam de Baku

A Confederação Brasileira de Judô anunciou nesta semana a lista dos atletas convocados para o Campeonato Pan-Americano de Judô, que acontecerá em Lima, Peru, de 26 a 28 de abril, e para o Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, que será de 10 a 12 de maio. Essas são as duas etapas que definirão os classificados para o Campeonato Mundial , em Tóquio, no período de 25 de agosto a 01 de setembro. 

A equipe do Pan-Americano será formada por Nathália Brígida (48 kg), Larissa Pimenta (52 kg), Sarah Menezes (52 kg), Rafaela Silva (57 kg), Aléxia Castilhos (63 kg), Maria Portela (70 kg), Mayra Aguiar (78 kg), Maria Suelen Altheman (+78 kg), Beatriz Souza (+78 kg), Eric Takabatake (60 kg), Daniel Cargnin (66 kg), David Lima (73 kg), Lincoln Neves (73 kg), Eduardo Yudy Santos (81 kg), Rafael Macedo (90 kg), Leonardo Gonçalves (100 kg), David Moura (+100 kg) e Rafael Silva "Baby" (+100 kg).

Para o Grand Slam de Baku, a CBJ convocou Nathália Brígida (48 kg), Gabriela Chibana (48 kg), Larissa Pimenta (52 kg), Eleudis Valentim (52 kg), Rafaela Silva (57 kg), Ketleyn Quadros (63 kg), Ellen Santana (70 kg), Mayra Aguiar (78 kg) e Maria Suelen Altheman (+78 kg) no feminino, além de Phelipe Pelim (60 kg), Felipe Kitadai (60 kg), Daniel Cargnin (66 kg), Charles Chibana (66 kg), David Lima (73 kg), Marcelo Contini (73 kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Rafael Macedo (90 kg) e Rafael Buzacarini (100 kg).

A escolha dos nomes foi baseada nos Critérios de Convocação, estabelecidos pela Comissão Técnica e apresentados no final de 2018 durante a última etapa da Seletiva Nacional - Tóquio 2020, em Lauro de Freitas (BA). 

"Foi muito importante saber que estou convocada para essas competições, principalmente, pensando a longo prazo em Mundial e Jogos Olímpicos. O Pan-Americano vale o sexto ponto e é muito importante, além de ser uma experiência boa. Eu só disputa um Campeonato Pan-Americano. Então, num ano pré-olímpico, ter a oportunidade de disputar com as meninas da Pan-América que quase não rodam no Circuito Mundial é muito bom", define a ligeiro Nathália Brígida, que vem de bons resultados neste ano e pode encarar em Lima a atual campeã olímpica de sua categoria, a argentina Paula Pareto, além de outras atletas duras, como a experiente Edna Carillo, do México, e as cubanas, eternas rivais das brasileiras. 

"Vou em busca do meu bicampeonato pan-americano. Ano passado, eu estava voltando de lesão e, por isso, não consegui dar o meu máximo. Agora vou me cuidar para chegar inteiro, buscar o meu judô e fazer meu segundo ouro no Pan", projeta o meio-médio Eduardo Yudy Santos, que apontou os canadenses como grandes adversários em Lima. 

Além de valer o sexto ponto no Ranking Mundial, o Pan de Judô servirá também como etapa classificatória e evento-teste para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Ele e a Copa Pan-Americana, que acontecerá nos dias 22 e 23 de maio na Cidade do Panamá, formarão o ranking pan-americano que definirá os classificados para os Jogos de Lima. 

Na preparação para esses eventos, todos os convocados concentraram-se durante os últimos doze dias em treinamento de campo internacional, em Pindamonhangaba, lutando diariamente com judocas de outros oito países, entre eles Chile, Equador e Argentina, possíveis adversários dos brasileiros em Lima.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

AACD recebe homenagem especial na ALESP - Parte 2

ver completa
imagem da noticia

AACD recebe homenagem especial na ALESP - Parte 1

ver completa
imagem da noticia

AACD é homenageada nesta sexta-feira na ALESP

ver completa
imagem da noticia

Palácio dos Esportes de Natal recebe Copa do Brasil

ver completa
imagem da noticia

Willian Lima é campeão mundial júnior em Marraquexe

ver completa
imagem da noticia

Livro Grandes Mestres - especial Américas divulga capa oficial

ver completa