Por Confederação Brasileira de Judô / Crédito: CBJ

imagem da noticia

Em Santiago, Brasil fica em primeiro lugar geral no Aberto Pan-Americano, com ouros de Larissa Pimenta, Ellen Santana e Lincoln Neves

O hino nacional do Brasil tocou três vezes neste final de semana, no Chile, graças aos judocas brasileiros Larissa Pimenta (52 kg), Ellen Santana (70 kg) e Lincoln Neves (73 kg), campeões do Aberto Pan-Americano de Santiago. De quebra, levaram mais 100 pontos no Ranking Mundial IJF. A campanha brasileira em solo chileno ainda teve duas pratas, com Allan Kuwabara (60 kg) e Caio Brígida (81 kg), além de um bronze do ligeiro Ítalo Carvalho. Os resultados colocaram o Brasil em primeiro lugar no quadro geral de medalhas. 

Para conquistar sua terceira medalha internacional na temporada 2019, Pimenta derrotou Paulina Martinez, do México, Brilith Carbajal, do Peru, e Katelyn Jarrell, dos Estados Unidos. Há duas semanas, a brasileira conquistou o ouro do Aberto de Lima e, em fevereiro, foi bronze no Aberto de Oberwart, na Áustria. 

Em chave menor do que a de Larissa, Ellen Santana precisou de duas lutas para conquistar o ouro em Santiago, mesmo resultado que teve no Aberto de Lima. A peso médio brasileira derrotou Mackarenna Figeuroa, do Chile, na semifinal, e superou a polonesa Urszula Hofman na decisão pelo ouro. Neste ano, Ellen tem também um bronze no Grand Slam de Dusseldorf. 

Já Lincoln Neves, precisou vencer Everet Desilets (USA), Eduardo Araujo (MEX), Bradley Langlois (CAN) e Luca Otmane (FRA) para ficar com o ouro, sua primeira medalha internacional em 2019. 

O meio-médio Caio Brígida (81 kg) chegou perto da medalha de ouro, mas parou no japonês Yoshiki Ito. No caminho até a final, ele derrotou Alain Aprahamian (URU), Fernando Salazar (CHI) e Thomas Morales (ARG). 

Mesmo desempenho do ligeiro Allan Kuwabara, que também caiu na final para um atleta do Japão. Kuwabara foi o melhor de sua chave com vitórias sobre John Futtinico (COL), Alexander Ramirez (PER) e derrotou Steven Morocho (ECU) na semifinal. Na final, ele parou no japonês Seigo Nakajima. 

A dobradinha no ligeiro masculino veio com Ítalo Carvalho conquistando o bronze. O brasileiro estreou com vitória sobre Thomas Macrez (FRA), mas caiu nas quartas para Hernan Birbrier (ARG). Conseguiu recuperar-se na repescagem diante de Felipe Cruz (POR) e derrotou Steven Morocho para subir ao pódio ao lado de Kuwabara. 

Luis Rossetim (66 kg), Marcelo Fuzita (66 kg), Rafael Brito (+100 kg) e Amanda Culato (57 kg) também lutaram neste final de semana no Chile, mas não conquistaram medalhas. 

O próximo compromisso do Judô brasileiro será a disputa do Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia, no final de semana que vem, dias 29, 30 e 31 de março.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Inscrições para o Campeonato Paulista de Kickboxing estão abertas

ver completa
imagem da noticia

Primeiro medalhista olímpico do Judô brasileiro, Chiaki Ishii entra para o Hall da Fama do COB

ver completa
imagem da noticia

Treino Master é realizado na sede da F.P.Judô

ver completa
imagem da noticia

Lyoto Machida vence Chael Sonnen no Belllator 222

ver completa
imagem da noticia

Karate de Serra Negra terá representante no livro Grandes Mestres – Américas

ver completa
imagem da noticia

Academia Marcos Daud promove Exame de Faixa em Santos

ver completa