Por Girliani Martins / Crédito: Alan Emerson

imagem da noticia

12ª Copa América exalta o fortalecimento do Taekwondo - Parte 1

No primeiro momento, o estádio lotado da Instituição Religiosa Perfect Liberty em Arujá, na Região Metropolitana de São Paulo, parecia que estava sediando alguma partida de Futebol. Mas foi muito melhor que isso. 

O local tornou-se palco da 12ª Copa América de Taekwondo, realizada de 16 a 17 de fevereiro, em seis áreas de luta. A tradicional competição contou com a presença do pioneiro do Taekwondo no Brasil, Sang Min Cho, e dos mestres Te Bo Lee, Yeo Jin Kim, Nilton Santos, Beto Santos, entre outros.

Aproximadamente 100 mestres prestigiaram a atração, inclusive representantes internacionais. Outro ponto alto foi a participação de atletas de todo o Brasil, incluindo de vários estados, entre eles, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Rondônia e Espírito Santo.

Image

Mais de 700 taekwondistas e integrantes da Argentina, Chile e Paraguai proporcionaram um verdadeiro show de lutas de kyorugui (individual e dupla) e poomsae (faixas coloridas e pretas).

Um dos momentos mais aguardados foi a entrega de troféus e medalhas, abrilhantando ainda mais o torneio, chancelado e organizado pela Liga Nacional de Taekwondo (LNT), presidida por Nilton Santos.

O dirigente agradeceu a presença de todos e desejou-lhes sucesso. O lendário Sang Min Cho, por sua vez, parabenizou os organizadores e disse que os taekwondistas eram muito talentosos. O juramento dos atletas ficou sob a responsabilidade de Felipe Almeida. Houve demonstrações e homenagens às equipes internacionais e brasileiras, além de troféus simbólicos. As equipes Maninho, Neto, Dasiam e Itapetininga receberam homenagens da entidade. Já a dupla juvenil de Rondônia, formada por Olliver de Paulo e Paulo Júnior, sagraram-se campeões.

Image

Para o mestre Wanderlei Neto, de Itu, no interior paulista, o evento representa a união e a troca de conhecimento. “A cada ano, ele cresce cada vez mais e fortalece os taekwondistas da América”, pontua.

Para o presidente honorário da Confederação de Taekwondo do Paraguai, Viviano Domingues da Costa, 8º dan, a Copa América permite experiência e maturidade aos atletas. “Faz 12 anos que participo. Tenho uma ótima relação com a diretoria da LNT e anualmente faço questão de trazer meus atletas”, conta.

O GM Alejandro Salinas, 7º dan, expoente de várias escolas tradicionais de Taekwondo no Chile, disse que o torneio valoriza, acima de tudo, professores e alunos. “Nosso país teve 15 competidores e confesso que fiquei muito encantado com a qualidade técnica”, comenta.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Paulo Bartolo lança o livro “Karate-Do: as lições que aprendi com sensei Sasaki” no sábado

ver completa
imagem da noticia

Woo Jae Lee lançará maior livro de Defesa Pessoal no Brasil com a participação de diversas modalidades

ver completa
imagem da noticia

Copa São Paulo de Judo 2019 atrai mais de 2 mil atletas

ver completa
imagem da noticia

Yoshizo Machida leva multidão ao Clube dos Sargentos e Tenentes do Exército, em Campinas - PARTE 2

ver completa
imagem da noticia

Yoshizo Machida leva multidão ao Clube dos Sargentos e Tenentes do Exército, em Campinas - PARTE 1

ver completa
imagem da noticia

Seleção chega à Rússia para a disputa do Grand Slam de Ecaterimburgo

ver completa