Por Confederação Brasileira de Judô / Credito: CBJ

imagem da noticia

Judocas das categorias de base do Brasil iniciam temporada 2019 com treinamento de campo no interior de São Paulo

Os judocas brasileiros das categorias de base se apresentaram no domingo (20) , em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, para uma semana de treinos e avaliações com a comissão técnica das equipes Sub-18 e Sub-21. 

Ao todo, foram convocados 51 atletas de 12 estados brasileiros (Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Piauí, São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Ceará, Amazonas, Paraná e Rondônia). Além desses, também participarão judocas de clubes por adesão e, com isso, o treinamento deve reunir cerca de 200 atletas.

"O objetivo dessa concentração é termos esse primeiro momento do ano, avaliando todos os atletas, mapeando tudo do ponto de vista físico e fisioterápico, além de focarmos nos treinos também. Conseguimos convocar bastante atleta e abrimos a oportunidade para outros participarem por adesão. Com isso, chegamos à casa dos 200 atletas e mais 10 técnicos, o que fortalece nossa estratégia de integração com os treinadores dos clubes que fornecem judoca para a seleção", explicou Marcelo Theotônio, gestor das Equipes de Base da CBJ.

Para grande parte dos atletas, os treinos servirão como preparação para o Meeting Nacional das Equipes de Base, que acontecerá no Clube Paineiras do Morumby, em São Paulo, nos dias 01 e 02 de fevereiro e formará as seleções para os primeiros estágios internacionais Sub-18 e Sub-21 deste ano.

Na programação da concentração em Pindamonhangaba, os atletas terão dois turnos de treinos diários. Na parte da manhã, farão treinos técnicos no dojô e, no período da tarde, se reunirão para os randoris (treinos de luta).

Além disso, serão realizadas também as avaliações físicas, análises de desempenho e avaliações com o departamento de fisioterapia.

Tudo isso sob a supervisão da comissão técnica formada pelos treinadores Douglas Potrich, Marcos Agostinho, Andreia Berti e Douglas Vieira, pelo gestor das categorias de base da CBJ, Marcelo Theotônio e pelo supervisor da base, Edmilson Guimarães.


Doping, prevenção de lesão e arbitragem

A agenda do treinamento da base prevê ainda palestras sobre doping, sobre prevenção de lesão com o fisioterapeuta Thiago Ferreira e também uma clínica de arbitragem com o coordenador nacional Edison Minakawa, que participou do último Seminário Internacional da FIJ.

A palestra sobre doping será conduzida pelo médico Christian Trajano, gerente de educação e prevenção ao doping do Comitê Olímpico do Brasil e ex-diretor técnico da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). 

"A principal preocupação da Confederação é com o acesso à informação. A gente quer criar uma cultura de educação no controle de dopagem e que os atletas tenham muita informação. Não podemos negligenciar essa questão e devemos educar para que não aconteça". 

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Cultura samurai inspira professor de arte marcial a produzir livro especial

ver completa
imagem da noticia

Woo Jae Lee realiza seminário de Hoshin-Sull e lançamento de livro no Rio de Janeiro

ver completa
imagem da noticia

Descubra os 10 benefícios da leitura

ver completa
imagem da noticia

Descubra os 10 benefícios da leitura

ver completa
imagem da noticia

Clube Regatas sedia o XXIII Torneio de Judô José Vidal Sion em maio

ver completa
imagem da noticia

Seleção brasileira de Judô é convocada para o Campeonato Pan-Americano e Grand Slam de Baku

ver completa