Da Redação | Crédito: Divulgação

imagem da noticia

Filosofia marcial é a base das modalidades

É impossível falar em arte marcial e não associar a sua forte filosofia. Se formos avaliar, veremos que cada segmento carrega influências que acabam pautando a vida do praticante. O respeito, a conduta e a forma de enxergar os colegas e superiores são uma herança desta corrente de pensamento.

Filosofia é um termo grego que significa “amor à sabedoria” e surgiu na Grécia Antiga, por volta do século VI a.C. Naquela época, a Grécia era como um grande polo cultural, influenciado por várias culturas do mundo.

A filosofia consiste no estudo de questões pertinentes à existência, aos valores, à verdade, à mente e à linguagem. Em outras palavras, é a busca pelo equilíbrio.

Dentre as correntes filosóficas, o Taoismo busca a essência de todas as coisas, por meio de conceitos como Yin e Yang, entre outros. O Yin simboliza o lado feminino (a noitealua, a passividade e a absorção), enquanto o Yang é o masculino (o sol, o dia,a luz e a atividade).

Seguindo esta filosofia, tudo que há no Universo necessita de um complemento para a sua existência. O objetivo do Taoismo é alcançar o Tao (princípio, via), mas para isso, o Yin e Yang precisam estar em harmonia.  

Com a mesma intenção, várias modalidades marciais têm objetivo similar, isto é, buscam o equilíbrio mental, físico e espiritual, independentemente da origem. 

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Rafaela Silva e Felipe Kitadai são campeões do Grand Slam de Baku

ver completa
imagem da noticia

Brasileiros fazem boa estreia no Mundial de Taekwondo

ver completa
imagem da noticia

Seleção brasileira está pronta para o Campeonato Mundial de Taekwondo

ver completa
imagem da noticia

Seleção brasileira de Judô é convocada para o Campeonato Mundial de Tóquio 2019

ver completa
imagem da noticia

Jéssica Bate-Estaca é a nova campeã do UFC

ver completa
imagem da noticia

Livro Hoshin-Sull, do mestre Woo Jae Lee, chega à Bueno Editora

ver completa