Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: Tati Amaya/MCS

imagem da noticia

Japão vira sobre Brasil e vence o segundo confronto do Desafio Internacional de Judô

Com quatro vitórias contra três do Brasil, o Japão conseguiu a revanche no segundo dia de Desafio Internacional de Judô e levou o título da disputa por equipes mistas que reuniu as duas seleções no Centro Pan-Americano de Judô nos dias 20 e 21.   

No primeiro dia do confronto, os brasileiros se deram melhor, com vitória por cinco a dois. Leonardo Gonçalves (+90 kg), Giovani "Pezão" Ferreira (90 kg), Rafaela Silva (57 kg), Beatriz Souza (+70 kg) e Maria Portela (70 kg), que foi substituída nesta sexta pela baiana de 20 anos, Vitória Ribeiro. 

Nesta sexta, os brasileiros começaram melhor com duas vitórias seguidas. Leonardo Gonçalves (+90 kg) precisou de um waza-ari no golden score para passar por Koitaro Matsutani. Em seguida, Beatriz Souza (+90 kg), também no tempo extra, derrotou Tomoni Etani por ippon e ampliou a vantagem brasileira. 

O Japão descontou na terceira luta, com vitória de Jumpei Igarashi por ippon sobre Giovani "Pezão" Ferreira. O empate veio na quarta luta, com a desclassificação de Vitória Ribeiro no combate com Sae Tasaka. A brasileira foi punida com hansoku make por executar um movimento irregular no braço da adversária na entrada de um golpe. 

A virada japonesa veio com o waza-ari de Yuya Sato, no golden score, sobre Eduardo Katsuhiro. 

O Brasil precisava, então, de uma vitória de Rafaela Silva sobre Kana Suzuki na sexta luta e a campeã olímpica não decepcionou. Imobilizou a japonesa, conseguiu um waza-ari e segurou a vantagem até o fim. 

Com o três a três no placar, a decisão ficou para a última luta entre David Lima e Daiki Mitsui. O japonês conseguiu se impor e projetou David, marcando o waza-ari que garantiu o título ao Japão. Placar final: Brasil 3 x 4 Japão. 

"No primeiro dia de competição acho que estavam todos um pouco nervosos. Era a primeira vez deles no Brasil e a seleção brasileira é muito forte. Para o segundo dia, eu conversei com meus atletas para fazerem o que sabem e eles mudaram a forma de encarar a disputa", avaliou a técnica japonesa Shinobu Tochito, que tem no currículo também trabalho com a seleção da Eslovênia. "Foi uma experiência muito legal estar aqui no Brasil. As pessoas são sempre muito gentis. Agardecemos a oportunidade", completou.

O Desafio Internacional contra o Japão marca a despedida do judô brasileiro no ano de 2018. Os próximos compromissos da seleção principal serão treinamentos de campo nacionais e internacionais já em janeiro iniciando a preparação para a temporada decisiva de 2019, ano pré-olímpico.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

Inscrições para o Campeonato Paulista de Kickboxing estão abertas

ver completa
imagem da noticia

Primeiro medalhista olímpico do Judô brasileiro, Chiaki Ishii entra para o Hall da Fama do COB

ver completa
imagem da noticia

Treino Master é realizado na sede da F.P.Judô

ver completa
imagem da noticia

Lyoto Machida vence Chael Sonnen no Belllator 222

ver completa
imagem da noticia

Karate de Serra Negra terá representante no livro Grandes Mestres – Américas

ver completa
imagem da noticia

Academia Marcos Daud promove Exame de Faixa em Santos

ver completa