Por Comitê Olímpico do Brasil | Crédito: Rafael Bello/COB

imagem da noticia

Lideranças do Judô e do Comitê Olímpico do Brasil reúnem-se para alinhar planejamento da seleção rumo a Tóquio 2020

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) recebeu na segunda-feira, dia 05, uma comitiva formada por diversos representantes do Judô brasileiro. O objetivo do encontro foi realizar mais uma reunião de alinhamento e atualização do trabalho em conjunto que está sendo realizado para preparação da modalidade para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. 

Participaram do encontro o presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Silvio Acácio Borges; Rogério Sampaio, diretor-geral, e Jorge Bichara, diretor de esporte do COB; gestores da Confederação Ney Wilson Pereira (Alto Rendimento), Robnelson Ferreira (Executivo), Marcelo Theotônio (Base) e Matheus Theotônio (Eventos); as comissões técnicas das seleções principal e de base com os técnico Luiz Shinohara, Rosicleia Campos, Yuko Fujii, Mario Tsutsui, Douglas Vieira e Andrea Berti; Sumio Tsujimoto (Pinheiros), Kiko Pereira (Sogipa), Geraldo Bernardes (Instituto Reação) e Luciano Corrêa (Minas Tênis Clube); os assistentes da gestão de Alto Rendimento da CBJ, Bernardo Seabra, Katherine Campos e Amadeu de Moura Jr; os medalhistas olímpicos Douglas Vieira, prata nos Jogos de Los Angeles 1984, Walter Carmona, bronze nos Jogos Los Angeles 1984, e Aurélio Miguel, campeão olímpico em Seul 1988 e bronze em Atlanta 1996. 

Depois da abertura do encontro feita pelo presidente da CBJ, o gestor Robnelson Ferreira apresentou o planejamento estratégico da CBJ até 2020. Na sequência, Marcelo Theotônio, gestor das equipes de Base, falou sobre o desempenho do judô nos Mundiais Sub 18 e Sub 21, e Ney Wilson encerrou as apresentações discorrendo sobre os resultados da equipe olímpica em 2018 e o planejamento para 2019.

“É importante vir ao COB discutir os projetos futuros, reunindo atletas do passado, representantes dos principais clubes do Brasil, comissão técnica das seleções principal e de base e gestores da CBJ. É uma forma de mostrar o que estamos realizando para buscar o resultado que almejamos”, disse Silvio Acácio Borges.

Já Rogério Sampaio destacou a importância da troca de ideias entre os diversos agentes envolvidos na preparação do Judô para os Jogos Olímpicos. “Com essa união e com um trabalho bem organizado, a gente fica muito próximo de conseguir um resultado positivo. É esse somatório de forças, como o que fizemos aqui hoje, que vai garantir nosso êxito”, disse o diretor-geral do COB, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona 92.

Para Walter Carmona, medalhista de bronze nos Jogos de Los Angeles 1984, o envolvimento de diversos representantes do Judô brasileiro na preparação da equipe que disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio, fortalece as chances da modalidade manter a tradição de conquistas de medalhas olímpicas para o Time Brasil. “É muito interessante e produtivo estar aqui na casa dos atletas, discutindo em alto nível diversos assuntos que influenciam no resultado esportivo. É muito importante afinarmos o trabalho entre COB, Confederação e Clubes, dando ênfase em alguns movimentos, de modo a continuar com a nossa tradição de trazer medalhas para o Brasil, afirma.

Veja mais notícias!

imagem da noticia

CBK divulga calendário de 2019

ver completa
imagem da noticia

Terapeuta Deise Facusse lança o livro “Receitas Taoistas” no Casa Hall Shopping, em Balneário Camboriú

ver completa
imagem da noticia

CBJ promove treinamento com dinâmicas e palestras para colaboradores na sede administrativa no Rio de Janeiro

ver completa
imagem da noticia

Seleção de Karate realiza treinamento de campo no CT Time Brasil

ver completa
imagem da noticia

Filosofia marcial é a base das modalidades

ver completa
imagem da noticia

Prêmio Melhores de 2018 acontece em fevereiro

ver completa