Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: CBJ

imagem da noticia

Campeonato Mundial Militar de Judô reunirá medalhistas olímpicos e mundiais no Rio de Janeiro, em novembro

Entre 08 e 10 de novembro, o Rio de Janeiro voltará a sediar uma competição internacional de Judô com a presença de medalhistas olímpicos e mundiais. Dois anos após o Jogos Olímpicos Rio 2016, a Cidade Maravilhosa receberá o Campeonato Mundial Militar, que reunirá no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), alguns dos melhores judocas do mundo em disputas individuais e por equipes. 

A competição faz parte do calendário do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM) e será organizada pelos Ministérios da Defesa e do Esporte em parceria com a Marinha do Brasil. São esperados cerca de 200 judocas militares de 22 países, entre eles, França, Rússia, Azerbaijão, Cazaquistão, Sérvia, Holanda e China. 

A seleção brasileira será representada por 18 atletas: nove homens e nove mulheres - que fazem parte do Programa de Incorporação de Atletas de Alto Rendimento às Forças Armadas Brasileiras. Foram convocados para a disputa judocas experientes, como a campeã olímpica Rafaela Silva (57 kg/3ºSG-RM2-EP) e os vice-campeões mundiais David Moura (+100 kg/3º SG-RM2-EP) e Maria Suelen Altheman (+78 kg/3º SG-RM2-EP) ao lado de jovens como os campeões mundiais júnior Daniel Cargnin (66 kg/3º SG-RM2-EP) e Rafael Macedo (90 kg/3º Sgt). 

Confira abaixo a lista completa

Entre os destaques internacionais, estão Clarisse Agbegnenou, da França, atual vice-campeã olímpica e tricampeã mundial do peso meio-médio (63 kg); Audrey Tcheumeo (78 kg/FRA), também vice-campeã olímpica e campeã mundial; a cazaque Otgontsetseg Galbadrakh (48 kg), medalhista de bronze no Rio 2016; Marie-Ève Gahié (70 kg), da França, vice-campeã mundial em Baku neste ano; o iraniano Saeid Molaei (81 kg), campeão mundial em 2018; Aleksandar Kukolj (90 kg), da Sérvia, número 2 do mundo no ranking da FIJ; e Niaz Ilyasov (100 kg), da Rússia, campeão mundial júnior e bronze no Mundial Sênior de Baku 2018.

A programação começará com as disputas por equipes masculinas e femininas no dia 08 de novembro no ginásio poliesportivo do Cefan. As competições individuais iniciarão no dia 09, para as categorias 48 kg, 52 kg, 57 kg, 60 kg, 66 kg e 73 kg. No dia 10, lutarão os judocas dos pesos 63 kg, 70 kg, 78 kg, +78 kg, 81 kg, 90 kg, 100 kg e +100 kg. 

A última vez que o Brasil participou do Campeonato Mundial Militar de Judô foi em Astana, no Cazaquistão, em 2013. Com 14 medalhas dentro de 15 possíveis, o país ficou em primeiro lugar no quadro geral. Foram seis medalhas de ouro, sete de prata e uma de bronze. Maria Portela (70 kg) ainda foi eleita melhor atleta da competição. 

Seleção Brasileira de Judô - 38º Campeonato Mundial Militar de Judô - Rio de Janeiro 2018

Seleção Masculina

60 kg - 3º Sgt Eric Takabatake

66 kg - 3º SG Daniel Cargnin

66 kg - 3º Sgt Charles Chibana

73 kg - 3º Sgt Marcelo Contini

81 kg - 3º Sgt Eduardo Yudy Santos

90 kg - 3º Sgt Rafael Macedo

90 kg - 3º Sgt Eduardo Bettoni

100 kg - 3º Sgt Leonardo Gonçalves

+100 kg - 3º Sgt David Moura

Seleção Feminina

48 kg - 3º Sgt Gabriela Chibana

52 kg - 3º Sgt Jéssica Pereira

57 kg - 3º SG Rafaela Silva

57 kg - 3º SG Tamires Crude

63 kg - 3º Sgt Alexia Castilhos

63 kg - 3º SG Yanka Pascoalino

70 kg - 3º Sgt Ellen Santana

78 kg - 3º Sgt Samanta Soares

+78 kg - 3º SG Maria Suelen Altheman

Competição por equipes

Masculino: 66 kg, 73 kg, 81 kg, 90 kg e +90 kg

Feminino: 52 kg, 57 kg, 63 kg, 70 kg e +70 kg

Veja mais notícias!

imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Resultados 3

ver completa
imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Resultados 2

ver completa
imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Resultados 1

ver completa
imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Parte 3

ver completa
imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Parte 2

ver completa
imagem da noticia

III Copa Filhos do Tigre mostra o crescimento das artes marciais chinesas no Brasil - Parte 1

ver completa