Sensei Diogo nasceu em uma comunidade de São Paulo e, mesmo com a infância difícil, nunca desistiu do esporte, transformando-se em um grande carateca. Na adolescência, brilhava bastante nos tatames e ganhava muitas medalhas. Quando chegou com louvor à faixa preta e ao título de campeão brasileiro, muitas portas se abriram. A faixa preta sintetizou todo o seu esforço dentro da arte e foi a força que precisava para lutar pelos sonhos. Em maio de 2013, começou a dar aulas de Karate. Aos poucos foram chegando muitas crianças tímidas e totalmente desacreditadas, e ele se viu em cada uma delas. Juntos, foram dando vida à Associação Punho do Tigre, eleita a melhor academia durante a Copa Oshiro 2017. A associação, por meio do Karate Goju-ryu, promove um grande trabalho social no bairro Jardim Macedônia, em São Paulo. Para o idealizador da ação, o sensei Diogo Tadeu, melhorar os aspectos físicos e sociais de jovens carentes é o combustível de sua carreira. “Muitos dos alunos do Punho do Tigre estão entre os melhores de São Paulo. Quero que todos eles se superem e vejam a arte marcial como um instrumento de educação e cidadania”, conta.

Fechar Menu