Aos 38 anos, leciona Boxe, Kickboxing e Muay Thai na Academia Espaço Maior, em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Alex Silva teve ainda experiências com Capoeira e MMA. Suas graduações abrangem também o 1º dan em Kickboxing e a faixa azul escura ponta preta em Muay Thai. Quando se trata de falar sobre a faixa preta, não poupa elogios. “Conquistar a faixa preta foi mais do que gratificante, foi uma realização, após anos de dedicação e trabalho duro. Hoje, sou professor e instrutor de artes marciais. Meu maior foco é aproximar meus alunos e atletas de seus objetivos, sejam eles físicos ou pessoais, ou se tornarem campeões. A faixa preta me trouxe mais gratificação do que o esperado, hoje graças a isso posso auxiliar e ensinar aqueles que possuem o mesmo sonho que eu tinha. É algo que não tem preço. No passado, alguém havia dito que para conquistar um cinturão, eu teria de nascer novamente, assim o fiz, eu renasci em minha nova casa, a Academia Espaço Maior”, reitera. O professor e atleta não conquistou apenas um, mas quatro cinturões, como o de campeão mundial amador, campeão do Torneio Eco Radical, campeão catarinense e o de campeão profissional brasileiro. “Tenho muito o que agradecer, inicialmente ao amigo Fabio Ronchi, que me deu a oportunidade de trabalhar em uma academia incrível. Agradeço ao meu filho Victor, o meu companheiro eterno, e à minha esposa Verônica, que sempre me apoiou nessa caminhada”, destaca.

Fechar Menu