À frente da Associação Brasileira Karate-Do Wado-Kai, Maicon Nonoyama segue tradições técnicas e filosóficas

Da Redação | Crédito: Arquivo Pessoal

O fato de ter nascido e crescido no meio marcial fez com que Maicon Nonoyama, 6º dan, tivesse acesso a muitas informações e iniciasse os treinos muito cedo no município de Três Corações, em Minas Gerais.

Aos nove anos, seu pai o matriculou na Academia Tatibana Karate Kii-Kuu-Kai (professor José Grácio Gomes Soares). O dojo era filiado à Associação Kii-Kuu-Kai de Artes Marciais, liderada por Susumu Suzuki (in memoriam).


Mestre Maicon Nonoyama, presidente da Associação Brasileira Karate-Do Wado-Kai.

Em 1990, conquistou o 1º dan pela Associação Kii-Kuu-Kai. No ano seguinte, graduou-se como faixa preta juvenil pela Federação Mineira de Karate (FMK), ligada à Confederação Brasileira (CBK).

Nessa fase, ministrava aulas como auxiliar. Em 1993, deu um passo significativo na carreira: abriu uma academia no Clube de Campo Umuarama, onde lecionou por alguns anos.

Por outro lado, teve muitas vitórias como atleta, incluindo títulos em Campeonatos Mineiros, Brasileiros, Mercosul, Sul-Americanos, Pan-Americanos e Mundialitos. Concomitantemente, exerceu a função de árbitro e atualmente é credenciado pela CBK e CSK.

Leia a trajetória dele na íntegra na nova edição da Revista Master – Caderno Especial Faixas pretas na luta contra o coronavírus

Amazon:

Capa 1 – Faixas pretas contra o coronavírus

Capa 2 – Blackbelt

Google Play

Capa Blackbelt:

Kobo

Capa 1 – Faixas Pretas contra o coronavírus:

Capa 2 – Blackbelt:

Quer a versão impressa da revista? Clique aqui

Saiba tudo sobre a nova edição (clique aqui)