Seleção Brasileira de Judô realiza primeiro treinamento em Mittersill, Áustria

Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: CBJ

Agora é oficial: a temporada 2020 do Judô mundial começou, com o tradicional Treinamento de Campo de Mittersill, na Áustria. As atividades acontecem até o dia 15 de janeiro e contam com 52 atletas do Brasil em solo europeu. É a sétima maior delegação do evento. Os russos lideram a lista com uma equipe de 120 atletas.

As judocas da seleção feminina do Brasil foram as primeiras a encarar as adversárias no tatami austríaco nesta quarta-feira, 8, enquanto os homens começarão os treinos na quinta-feira (09).

As atividades acontecem até o dia 15 de janeiro e contam com 52 atletas do Brasil em solo europeu.

De acordo com a programação, as atividades começaram às 8h15, na parte da manhã, e à tarde, às 15h15. Nos sete primeiros dias, as equipes feminina e masculina treinam separadamente em dois períodos, com os homens divididos em dois grupos, sendo um com atletas até 73kg e o outro, com os judocas acima de 73 kg. Nos dois últimos compromissos em Mittersill, os treinos serão mistos, com o último dia sendo apenas no período da manhã.

O Treinamento de Campo de Mittersill é um dos mais tradicionais e importantes da Europa, e nesta edição reúne 1.150 atletas de 67 países. Com predominância dos atletas europeus, o OTC serve de preparação para as primeiras competições (European Open Odivelas-POR, Grand Slam Paris-FRA, European Open Oberwart-AUT e Grand Slam Düsseldorf-GER), onde os atletas brasileiros reencontram os “parceiros” de treino.

Técnico da seleção feminina de Judô sênior, Mario Tsutsui destacou a importância das judocas brasileiras estarem adquirindo experiência com as atletas europeias neste início de temporada. 

“Mittersill é importante porque reúne toda a comunidade europeia, e passa a ser uma oportunidade muito boa para as nossas judocas absorverem mais experiências no tatami com essas principais atletas, como as francesas, que vieram com a equipe principal, Espanha, Alemanha, França, Kosovo. Teremos o Grand Prix de Tel Aviv no final do mês e depois dois Grand Slam. Precisamos estar bem preparados para começar o ano com resultados positivos nas competições”, avaliou Tsutsui.

A pré-temporada em solo europeu conta ainda com o treinamento de campo em Roma, na Itália, no período do dia 15 ao dia 20 de janeiro, antes do Grand Prix de Tel Aviv, disputado de 23 a 25 deste mês, em Israel.

Confira abaixo a escalação da Seleção Brasileira de Judô para o Grand Prix de Tel Aviv, de 23 a 25 de janeiro: 

FEMININO

Nathália Brígida (48 kg / Sogipa / FGJ)

Gabriela Chibana (48 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

Eleudis Valentim (52 kg / Instituto Reação / FJERJ)

Sarah Menezes (52 kg / Clube de Regatas do Flamengo / FJERJ)

Ketelyn Nascimento (57 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

Aléxia Castilhos (63 kg / Sogipa / FGJ)

Ketleyn Quadros (63 kg / Sogipa / FGJ)

Maria Portela (70 kg / Sogipa / FGJ)

Ellen Santana (70 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

Samanta Soares (78 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

MASCULINO

Eric Takabatake (60 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

Felipe Kitadai (60 kg / Sogipa / FGJ)

Daniel Cargnin (66 kg / Sogipa / FGJ)

Willian Lima (66 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

David Lima (73 kg / Sogipa / FGJ)

Eduardo Katsuhiro (73 kg / Clube Paineiras do Morumby / FPJUDÔ)

Eduardo Yudy (81 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

João Pedro Macedo (81 kg / Sogipa / FGJ)

Rafael Macedo (90 kg / Sogipa / FGJ)

Giovani Ferreira (90 kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDÔ)

Leonardo Gonçalves (100 kg / Sogipa / FGJ)

Rafael Buzacarini (100 kg / Clube Paineiras do Morumby / FPJUDÔ)