Ranking Nacional Sênior é fechado e líderes representarão o país em uma competição do circuito IJF em 2020

Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: Rafal Burza/CBJ

O Campeonato Brasileiro Sênior de Judô, realizado em Balneário Camboriú, fechou o calendário de competições nacionais da CBJ e distribuiu os últimos pontos do ano, definindo a lista dos melhores judocas no Ranking Nacional Sênior de 2019. 

Os 14 líderes, um por cada categoria (masculino e feminino), ganharão como prêmio da Confederação Brasileira de Judô, uma convocação para representar o Brasil em uma das etapas do Circuito Mundial IJF em 2020. A gestão de Alto Rendimento definirá, em breve, para qual evento cada atleta deve ir. 

A pontuação foi definida com base em sete competições: Brasileiro Sênior, Troféu Brasil Interclubes, Taça Brasil Sub-21, Brasileiro Regional, Copa Estadual, Campeonato Estadual e uma competição internacional IJF (apenas o melhor resultado obtido na temporada).

Guilherme Schimidt comemora medalha de bronze no Mundial Júnior.

Temporada de afirmação e transição da base para a principal 

o campeão brasileiro sub-21, do Troféu Brasil de Judô e bronze no Mundial Júnior, Guilherme Schimidt (81 kg), atleta do Minas Tênis Clube, foi um dos líderes do ranking nacional e se orgulha de ter feito um bom ano. Para ele, 2019 foi de afirmação e de amadurecimento para os próximos desafios.

“Foi um ano muito bom para mim, pois tive a oportunidade de subir no pódio em todas as competições nacionais. Liderar o ranking significa que estou bem, mantendo uma constância. Estou focado para o próximo ano, brigar por uma vaga olímpica, focado no Grand Slam de Paris e no treinamento de Mittersill, em janeiro, para começar 2020 com tudo”, afirmou o líder da categoria meio-médio masculina, com 665 pontos, e campeão do reality “Ippon”, da TV Globo, que o credenciou para lutar em Paris, em fevereiro.

Não desistir diante das adversidades faz com que os judocas se tornem ainda mais fortes perante os desafios. Yasmim Lima (52 kg), judoca do Instituto Reação (RJ) e líder na categoria meio-leve (52 kg), precisou se reinventar no início do ano para conseguir bons resultados na temporada.

“Quando não ganhei a Seletiva Olímpica no fim de 2018 fiquei mal. Saí de lá achando que seria um 2019 normal, mas comecei disposta a fazer diferente, treinei muito e consegui fazer um ano incrível. Lutei Grand Prix, Grand Slam, Universíade e pude ser tricampeã brasileira universitária e bicampeã brasileira sênior. Fico feliz por terminar em primeiro no ranking e sigo focada para tentar uma vaga nas Olimpíadas. Sei que é difícil, mas não irei desistir”, disse Yasmim, número um do Brasil, com 627,5 pontos. 

CONFIRA ABAIXO A LISTA COMPLETA DOS LÍDERES DO RANKING NACIONAL SÊNIOR 2019: 

FEMININO

Amanda Lima (48 kg / Minas Tênis Clube / FMJ)

Yasmim Lima (52 kg / Instituto Reação / FJERJ)

Ketelyn Nascimento (5 7kg / Pinheiros / F.P.Judô)

Aléxia Castilhos (63 kg / Sogipa / FGJ)

Sarah Nascimento (70 kg / Minas Tênis Clube / FMJ)

Camila Ponce (78 kg / Pinheiros / F.P.Judô)

Maria Suelen Altheman (+78 kg / Pinheiros / F.P.Judô)

MASCULINO

Allan Kuwabara (60 kg / Paineiras do Morumby / F.P.Judô)

Diego dos Santos (66 kg / Judo Ação / FEBAJU)

David Lima (73 kg / SOGIPA / FGJ)

Guilherme Schimidt (81 kg / Minas Tênis Clube / FMJ)

Cleyanderson da Silva (90 kg / Jequiá Iate Clube / FJERJ)

Rafael Buzacarini (100 kg / Paineiras do Morumby / F.P.Judô)

Juscelino Junior (+100 kg / Minas Tênis Clube / FMJ)

Fechar Menu