Hirotaka Okada, bicampeão mundial e medalhista olímpico, chega ao Brasil na próxima semana para o Workshop Judô nas Escolas

Por Confederação Brasileira de Judô | Crédito: CBJ

O bicampeão mundial e medalhista olímpico, Hirotaka Okada, visitará o Brasil na próxima semana para ministrar workshops gratuitos para professores de Judô, profissionais e estudantes de Educação Física, visando incentivar e fomentar a implantação do ensino nas escolas, especialmente na rede pública de ensino.

O evento, realizado através de uma parceria entre a CBJ, o Instituto Kodokan do Brasil e a Embaixada do Japão no Brasil, busca capacitar esses profissionais para o ensino sobre fundamentos básicos e segurança na prática no ambiente escolar.

A cidade de Simões Filho, na Bahia, sediará o evento no dia 14 de fevereiro; Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, receberá Okada nos dias 16 e 17 de fevereiro, enquanto Brasília (Candangolândia) recebe o evento no dia 18 de fevereiro.

“Pelas primeiras experiências que tive no Brasil nos últimos dois anos estou muito impressionado pelos efeitos educacionais do Judô e por ver como os valores da modalidade são importantes como ferramentas educacionais”, pontuou Okada. 

O objetivo dos workshops é avançar com o ensino do Judô no Brasil, facilitando o acesso dos jovens à arte marcial, com o ensinamento dos fundamentos e valores básicos do judô, através da discussão de ideias sobre como desenvolver a arte marcial nas escolas públicas. Além disso, o professor Okada observará as escolas e dojôs das regiões visitadas, buscando entender a situação atual do Judô nos espaços de ensino públicos. Referência no ensino de Educação Física no Japão, o medalhista olímpico Hirotaka Okada possui experiências anteriores em solo brasileiro e acredita que a arte marcial pode ser utilizada como um instrumento de educação, chegando até as áreas de maior vulnerabilidade do Brasil.

“Estou sentindo a importância de espalhar o Judô na educação escolar de todo o Brasil. Neste workshop, em fevereiro, vou me concentrar em ensinar os propósitos do treinamento do judô, Seiryoku-Zenyo (melhor uso da energia em busca da eficiência máxima) e Jita-kyoei (busca pelo bem estar mútuo), instruções de segurança, princípios do ensino de judô, cortesia e explicação de movimentos básicos de Nage-waza e Katame-waza”, explicou Okada.

A parceria entre a Confederação Brasileira de Judô e a Embaixada do Japão faz parte do intercâmbio Brasil x Japão, por meio do programa Sport For Tomorrow, do Consulado Esportivo do Japão.

O evento é parte do projeto de contribuição internacional do esporte, no qual o governo japonês busca dar suporte, através da prática esportiva, ao desenvolvimento social de vários países. O programa já levou 25 professores do Judô brasileiro ao Japão desde 2017 e busca, com os workshops, proporcionar a continuidade da formação desses professores.

O evento é gratuito e aberto para os profissionais da educação de todo o Brasil. Basta realizar sua inscrição através do portal Zempo (www.zempo.com.br), no seu local de preferência (Bahia, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal).

As inscrições para participar dos workshops estarão abertas até as 16h (de Brasília) do dia 13 de fevereiro e são gratuitas. Os participantes deverão, obrigatoriamente, utilizar judogi branco, faixa e chinelo para participar dos treinamentos. 

PROGRAMAÇÃO

14 DE FEVEREIRO 

SESI Simões Filho, Bahia 

Av. Elmo Cerejeiro de Farias, s/n – CIA-I, Simões Filho – BA.

16 e 17 DE FEREIRO 

Ginásio de Esporte do Colégio Oswaldo Tognini 

Rua Cel. Cacildo Arantes, 322, Campo Grande – MS.

18 DE FEVEREIRO  

Federação Metropolitana de Judô 

QROA – Fundo do Conjunto F – Ginásio de Múltiplas Funções 

Candangolândia, Brasília – DF.  

Fechar Menu